A festa foi toda do Benfica: bicampeonato e recorde!

Foi perante 14 221 espectadores no Estádio da Luz, novo recorde de assistência no futebol feminino nacional, que o Benfica venceu o Sporting por 3-1 e celebrou a revalidação do título de campeão nacional, a duas jornadas do fim da época.

Logo aos 3′, no seguimento de um canto batido por Pauleta, e aproveitando uma saída em falso da guarda-redes Doris Bacic, Carole Costa, livre de marcação à saída da área, dispara a contar e e abre o marcador.

O Sporting reagiu, tomou as rédeas do jogo, mas nunca criou perigo no último terço. Seria, contudo, o Benfica a aumentar a vantagem, aos 12′, depois de Cloé Lacasse arrancar decidida pela direita e, após alguma confusão na área, Andreia Faria aproveitar o corte incompleto de Fátima Pinto.

Aos 28′, um passe transviado de Joana Martins é aproveitado para a transição rápida, com Bruna Lourenço a pôr cobro à investida de Cloé Lacasse. As mesmas intervenientes protagonizariam no minuto seguinte novo lance, mas sobre a esquerda, com a central leonina, ao rodar no chão, a tocar a bola com o braço; a avançada canadiana reclama penálti, a árbitra Filipa Cunha manda seguir.

Ainda antes do intervalo, aos 42′, Chandra sai da extrema esquerda roda no meio e dispara de fora da área, falhando por pouco o alvo. A canadiana ainda seria lançada em profundidade por Andreia Jacinto ainda antes do intervalo e dispararia de pé esquerdo às malhas laterais, já depois de Joana Marchão ter criado muito perigo por duas vezes, ambas de livre direto.

Logo a abrir a segunda parte, Ana Vitória aproveita um desentendimento da defensiva leonina para partir isolada para a baliza e falhar por muito pouco o terceiro golo das águias.

Aos 57′, momento alto do jogo: Andreia Jacinto, do meio da rua, dispara para o que seria um golaço, negado por grande defesa de Katelin Talbert. Dez minutos depois, Pauleta faz um passe magistral a isolar Kika Nazareth, que falha o chapéu a Doris Bacic; na resposta, Diana Silva passa por quatro adversárias e cruza atrasado para o corte de Catarina Amado, que volta a salvar em cima da linha à recarga de cabeça de Chandra Davidson.

O terceiro golo do Benfica acabaria por surgir aos 75′, que recebe o passe de Pauleta em posição irregular, aproveita a atrapalhação de Alícia Correia e atira cruzado a contar.

Aos 90′, a punir derrube de Catarina Amado sobre Diana Silva na área, Joana Marchão bate o penálti forte para nova grande defesa de Katelin Talbert, celebrada de forma efusiva, antecipando os festejos da revalidação do título.

Andreia Jacinto ainda reduziria, no seguimento de livre batido por Joana Marchão, aos 90’+7′. A festa, porém, foi toda do Benfica.

(Foto: Isabel Cutileiro / SL Benfica)

1 COMENTÁRIO

  1. Descrição alternativa do jogo, no terceiro golo a Pauleta assiste uma jogadora fantasma que esta fora de jogo e depois éliteralmente assistida pela Alicia ( tchau fora de jogo). Mas o mais hilariante é a atribuição da autoria do golo do Sporting, em que o autogolo da C. ucheibe é transformado em golo de: Andreia Jacinto(lado F), Bruna Lourenço (zerozero ) e para a FPF Fátima Pinto que depois do pontapé na cara da Katelin( que ainda hoje fez um posta dizer que ainda tem dors)já não devia estar em campo,pois seria o segundo amarelo! É MAIS DO MESMO ARBITRAGENS FPF PORTUGAL NO SEU MELHOR.

Deixe um comentário!

Últimas NOTÍCIAS

Lyon volta a conquistar a Liga dos Campeões

Tal como há três anos, o Lyon venceu o Barcelona (3-1), que ambicionava a revalidação do título europeu. Em Turim, no estádio da Juventus,...

Damaiense vence Fofó e é o novo líder

No jogo grande da jornada da II divisão, o Damaiense venceu o Futebol Benfica por 2-1 e assumiu a liderança da fase de campeão,...

A festa foi toda do Benfica: bicampeonato e recorde!

Foi perante 14 221 espectadores no Estádio da Luz, novo recorde de assistência no futebol feminino nacional, que o Benfica venceu o Sporting por...

Nuno Cristóvão deixa Racing Power

A três jornadas do final da fase de apuramento de campeão da II divisão, Nuno Cristóvão deixou o comando técnico do Racing Power, que...

Fofó não vacila na frente e Damaiense sobe a segundo

A três jornadas do final da fase de campeão da II divisão, a luta pela subida direta, garantida pelo primeiro lugar, está ao rubro....

Sem cedências na frente

Foram sete. Os golos com que o Sporting recebeu o Lank Vilaverdense e aqueles a que se assistiram na visita do Benfica ao Marítimo....