“A minha ambição é cada vez maior e não estou acomodada”

Medalhada de prata no recente Grand Slam de Telavive, Rochele Nunes admitiu estar “no caminho certo”. “Vejo-me a disputar medalhas e nos pódios. É difícil chegar a estes patamares, mas mantermo-nos lá também exige muito dos atletas. O momento de errar é agora. Tenho muito orgulho no que tenho construído. Sou uma pessoa otimista e ambiciosa. Festejo muito as medalhas que conquisto, mas ainda não estou satisfeita. A minha ambição é cada vez maior e não estou acomodada. Ainda não senti a satisfação completa, porque ainda não consegui uma medalha de ouro”, disse a judoca do Benfica à BTV.

Virtualmente apurada para os Jogos Olímpicos, a atleta não esconde a ambição elevada. “Foi muito importante ter este resultado para chegar bem aos Jogos Olímpicos [Tóquio 2021]. Quero chegar lá como uma das melhores do mundo. Não sinto o peso de ser favorita, mas se chegar à competição como uma das favoritas, isso vai dar-me muita confiança. Assim, poderei ter reais hipóteses de ser campeã olímpica”, admitiu Rochele, que em março competirá no Grand Slam de Tbilissi. Depois disso, terá o Europeu de Lisboa, em abril. “Estou a preparar-me para os dois principais objetivos: o Europeu e os Jogos Olímpicos, para conseguir trazer a medalha de ouro”, referiu.

Foto: SL Benfica

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS