Águia dá a volta e segue em frente na Champions à boleia de Ole… Nycole

Luís Andrade queria "surpreender" e a equipa fez-lhe a vontade. Avançada brasileira abriu o livro e conduziu a remontada com dois golos de antologia

Foi um Benfica bravo e competente aquele que se apresentou esta quarta-feira à noite no Estádio Constant Vanden Stock, em Bruxelas, diante do Anderlecht, e garantiu o apuramento para os 16 avos da Liga dos Campeões feminina, na sequência do triunfo (1-2) conseguido na Bélgica. A missão configurava-se pouco menos que “impossível”, mas foi ao melhor jeito de Bond, James Bond que a equipa comandada por Luís Andrade, que revelara querer surpreender na antevisão do jogo, deu a volta a um resultado que começou por ser desfavorável.

As águias até entraram melhor, estiveram a perder, mas deram a volta ao resultado sustentadas em dois momentos de inspiração pura de Nycole. A internacional brasileira foi absolutamente providencial na remontada encarnada, “inventando” dois golos de antologia, os mesmos com que o Benfica ganhou o direito a conhecer na próxima terça-feira, dia 24, o adversário que se segue na maior prova de clubes a nível mundial.

Vamos por partes e comecemos pela entrada autoritária das portuguesas que, depois da derrota de sábado com o Sporting, deixaram de saber o que era só ganhar e surgiram transfiguradas na Bélgica. Logo aos 7′, Cloé Lacasse avança da esquerda para a área, mas falha o passe para Ucheibe. Volvidos cinco minutos, a canadiana de novo em evidência: isolada por passe prodigioso de Pauleta, fica na “cara” de Odeurs, mas permite a defesa da keeper das belgas; há, contudo, um atraso para a guardiã, que recolhe a bola nas mãos: livre indireto na área. Carole fuzila, mas não fura a muralha flamenga.

Aos 18′, nova dupla oportunidade flagrante para traduzir em golo o ascendente verificado em campo: Ucheibe, do meio da rua, dispara, com a bola ainda a sofrer um desvio numa adversária e quase a trair Odeurs, forçada a defesa de recurso por cima da baliza; no canto, Pauleta quase marca direto, mas a guardiã volta a opor-se. Dois minutos depois, é a vez das belgas ripostarem pela primeira vez: Wullaert passa por Ana Seiça e Carole e faz Carolina Vilão brilhar com uma excelente defesa.

O intervalo chegou sem golos, a toada manteve-se no arranque da segunda parte, mas seriam as belgas a marcar. Aos 55′, na sequência de um canto, Tison aproveita o “brinde” de Carolina Vilão, que larga a bola na pequena área e a deixa à mercê da central, que só teve de empurrar.

Dá-se, então o fenómeno Nycole. Aos 62′, fruto da pressão alta das companheiras, nomeadamente da compatriota Ana Vitória, recebe a bola de Vatafu: recolhe, tira Tison do caminho e atira cruzado, fora do alcance de Odeurs. A águia ganhava novo alento. E a avançada foi particularmente espectacular aos 78′: recolheu o passe em profundidade feito com qualidade por Carole Costa, exímia na colocação à distância, contemporizou na direita, diante de Leynen, ignorou-a, partiu para o centro e, de pé esquerdo, meteu a bola na “gaveta”, num golo prodigioso.

O Benfica vestiu a pele de “veterano” nas lides da Champions e feriu a vantagem até final. Está nos 16 avos.

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS

Filipa leva ao tapete com a esquerda

Foi na raça, sem desistir, que Filipa Morais recolheu um alívio da defesa do Damaiense e, indiferente à pressão das adversárias, disparou de pé...

À segunda, Catarina espera segurar a manutenção

Desde o primeiro dia de treinos na temporada, muita coisa mudou para o Gil Vicente, que não conseguiu evitar uma 1ª fase abaixo das...

O futuro a acontecer no futebol feminino

Esta época tem sido especial para aquela que é a principal competição europeia de clubes: a Liga dos Campeões feminina.  A eliminação do Lyon nos quartos de final, frente ao PSG, começou a desenhar...

Águila dá asas ao feminino na Colômbia

Na Europa, a cerveja ‘Águila’ será provavelmente conhecida por aquilo que é o seu produto: uma cerveja. Já na Colômbia, a marca é encarada...

Tatiana aconselha-se no campeão europeu

Serão poucas as jogadoras que poderão gabar-se de ter a respetiva carreira monitorizada e acompanhada pelo clube campeão europeu e menos ainda as que...

Leoas fazem treino de captação dos 8 aos 15 dia 22

O Sporting vai realizar treinos de captação para jovens nascidas entre 2006 e 2013 (dos 8 aos 15 anos) no polo que o clube...