‘Aliada’ Ana Dias já está integrada na Seleção

Ana Dias, a única atleta entre as convocadas para a Seleção Nacional feminina que alinha na Rússia, nação que será precisamente a adversária de Portugal, já treinou este sábado às ordens de Francisco Neto

Está finalmente completo o ataque da Seleção Nacional com vista à preparação para o duplo compromisso com a Rússia, precisamente a nação de onde viajou Ana Dias, que tem causado excelente impressão ao serviço do Zenit e fez por merecer a convocatória para esta decisão pelo apuramento para o Euro 2022. A talentosa avançada que a partir deste inverno passou a residir e competir em São Petersburgo constituiu a grande novidade dos trabalhos realizados pela equipa nacional na tarde este sábado, já a menos de uma semana do primeiro dos dois desafios ante a congénere russa.

Faltava chegar Ana Dias para que estivesse completo o lote de Seleção Nacional feminina na preparação para esse play-off’ que poderá permitir a Portugal a qualificação para o próximo Campeonato Europeu, o que, a confirmar-se, permitiria que em 2022 a equipa lusa pudesse disputar pela segunda vez na sua história, de forma consecutiva e em absoluto, a principal competição do futebol feminino europeu. Havia um lugar em aberto nas sessões de treino…e este está finalmente ocupado.

Ana Dias reveste-se de destaque não apenas por ter sido a última a chegar a estágio como será, dado o facto de a extremo/atacante estar ligada ao Zenit e consequentemente ser proveniente do campeonato russo, de onde provêm todas as adversárias da equipa nacional sendo que duas delas, a guarda-redes Yulia Grichenko e a avançada Tatiana Morina, fazem também parte do plantel do Zenit. Duas jogadoras que são, por isso, bem conhecidas por Ana Dias que será, com toda a certeza, uma ‘aliada’ a ter em conta para Francisco Neto, com quem já trabalhou esta tarde na Cidade do Futebol.

Chamada de Ana Dias permite colocar uma irmã Dias em cada uma das Seleções Nacionais

Recorde-se que Ana Dias se juntou como reforço para a lista inicial em substituição de duas jogadoras que haviam sido primeiramente convocadas para o duplo compromisso com ante a Rússia, casos de Diana Silva e Jéssica Silva. Duas velocistas com capacidade para fazer golos que tiveram em Ana Dias uma substituição direta no corolário de um percurso a pulso que a leva agora a chegar à Seleção A, para a qual já havia sido pré-convocada e à qual faltava apenas figurar numa lista oficial de Portugal, como há poucos dias finalmente se confirmou.

A chamada de Ana Dias permitiu também que o clã Dias ficasse representado em pleno nas Seleções Nacionais visto que também Rita Dias, que tem constituído um dos destaque da atual edição da Liga BPI, irá fazer parte do estágio de observação da Seleção Nacional B Feminina. Rita está na B e Ana está na A, sendo que as suas capacidades serão certamente do conhecimento de Yuri Krasnozhan, selecionador nacional russo que já se pronunciou sobre a equipa portuguesa: “Portugal é uma equipa muito forte, não é por acaso que sofreu apenas uma derrota no grupo de qualificação,” elogia o técnico russo.

“As portuguesas não são um ‘presente’ para nós, mas nós também não o seremos para elas. O estágio de preparação na Turquia convenceu-nos de que as nossas meninas são capazes de muito e farão todo o possível para vencer. Em suma, não será fácil para nós nem para Portugal. Desde dia 29 que na Turquia nos começámos a preparar para os play-offs, agradecemos à RFU, ao Departamento de Futebol Feminino e à gestão dos clubes da Superliga, que se reuniram com a seleção nacional a meio da prova e levaram em consideração os dias adicionais de preparação para o calendário do campeonato,” completou.

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS