Benfica solidário com Cocoricoó

Clube moçambicano viu reconhecido e recompensado exemplo de solidariedade em momento delicado por parte da Fundação e da equipa feminina de futebol encarnada

A Fundação Benfica e o Futebol Feminino do clube da Luz uniram esforços e premiaram a equipa de futebol feminino Cocoricoó, do distrito da Beira, Moçambique, pelo exemplo de solidariedade deixado em momento particularmente delicado daquele país africano com laços históricos com Portugal.

Quando o ciclone Idai assolou a região, há precisamente dois anos, a equipa de futebol feminino Cocoricoó ajudou a construir um centro de tratamento de cólera no seu campo de futebol, juntamente com a Médicos Sem Fronteiras, que se associaram também a esta iniciativa das encarnadas. 

Em representação da equipa de futebol feminino do Benfica, as jogadoras Carole Costa, Christy Ucheibe, Marta Cintra e Beatriz Cameirão entregaram a João Antunes, responsável da Médicos Sem Fronteiras, equipamentos completos personalizados para todo o plantel das moçambicanas, que haviam solicitado uma camisola.

“É um gesto muito bonito, este, que o clube está a ter através da sua Fundação, ajudando pessoas que também ajudaram outras. É isso que nós queremos, ajudar o próximo e ajudar os que mais precisam. É um gesto que nos marca, e a elas e ao Benfica também. É uma marca bonita para o Futebol Feminino”, considerou Beatriz Cameirão aos órgãos do emblema da Luz.

“Encorajar as pessoas que estão em baixo é muito positivo. As pessoas que estão em melhor situação devem puxar os outros para cima. É uma boa atitude do Benfica apoiar esta equipa feminina de futebol moçambicana. Isto vai ajudá-las imenso. Quero também dizer às jovens de Moçambique que lutem pelo que desejam e não deixem ninguém colocar-vos para baixo ou desrespeitar-vos. Mostrem do que são capazes e façam o que mais amam com força e determinação”, incentivou Christy Ucheibe.

(Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica)

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS