Do mergulho no abismo da leucemia até aos Jogos Olímpicos

Rikako Ikee parou, mas não desistiu: viu ser-lhe diagnosticada a doença aos 18 anos e, agora, volvidos 26 meses está prestes a garantir o apuramento para as Olimpíadas a disputar em Tóquio, a cidade que a viu nascer

Rikako Ikee é uma jovem nadadora japonesa, de 20 anos, que no último fim de semana venceu os 100m mariposa nos campeonatos nacionais do seus país, comum tempo que lhe permite cumprir o seu sonho de participar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a sua cidade-natal. A trivialidade cai ao constatar que Ikee, um prodígio da natação do Japão, viu ser-lhe diagnosticada leucemia em fevereiro de 2019,quando ainda tinha 18 anos.

Após uma exaustiva luta ao longo de dez meses de tratamentos, a jovem nadadora japonesa deixou o hospital em dezembro de 2019 e voltou a nadar em março do ano seguinte. Voltou a competir pela primeira vez desde o diagnóstico em agosto do ano passado. A verdade é que Rikako Ikee já só pensava no apuramento para as Olimpíadas de Paris 2024, na medida em que, mesmo com o adiamento dos Jogos de Tóquio para 2021, a perspetiva de cumprir o sonho de participar nos Jogos da sua cidade afigurava-se-lhe irrealista.

Desde os 15 anos a bater recordes e a ganhar medalhas, Rikako Ikee esbarrou com a muralha da leucemia que a obrigou a parar, mas não a desistir. Superando as próprias expectativas, quando já olhava para os Jogos que se seguiam, eis que a nadadora japonesa galga as dificuldades e… renasce em Tóquio.

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS