Joana Martins avalia: “Seleção B permite a todas querer chegar ao topo”

A Seleção Nacional B feminina prossegue em Guimarães o plano de trabalhos estabelecido por Carlos Sacadura e o balanço é bastante positivo. Quem o garantiu ao site da FPF, foi Joana Martins, centrocampista do Sporting que integra o grupo de 22 jogadoras que evolui na Cidade-Berço.

“O estágio está a correr muito bem. Este é o único em que não vamos ter jogos internacionais e, por isso, estamos a aproveitar para assimilar as ideias da equipa técnica. Acima de tudo, estamos a tentar criar um grupo para estarmos preparadas quando chegarem os jogos”, afiançou, para completar: “O treino é completamente diferente do jogo. Quando jogamos passamos por dificuldades que no treino são mais difíceis de identificar. Por isso, os jogos-treino que vamos ter serão bastante importantes e vão-nos fazer crescer.” Refira-se a Seleção B tem agendado para hoje um jogo-treino com os juvenis do Vitória e para sexta-feira com a equipa feminina do Famalicão.

A criação da Seleção B foi amplamente elogiada pela jogadora do Sporting. “Esta Seleção B foi uma grande aposta por parte da FPF, porque passar das sub-19 para a seleção principal era um salto enorme e muitas jogadoras estavam muito tempo sem serem convocadas. Isso fazia com que não estivessem talvez tão preparadas quando chegavam à seleção A. Este espaço vem colmatar essa situação e permite a um lote mais alargado de jogadoras estarem sempre prontas para qualquer chamada. Claro que o objetivo de todas as futebolistas que aqui estão é chegar ao topo”, assegurou Joana Martins, desvalorizando o facto de já ter estado na seleção principal: “Não importante se estou na formação, na seleção A ou B. Dou sempre o meu máximo. Claro que o objetivo é estar ‘lá em cima’, mas aqui somos todas iguais, não há umas melhores que outras porque foram à seleção principal ou não. Lutamos sempre todas pelo mesmo: fazer um grupo forte. O que importa é que estamos a representar Portugal e isso é sempre incrível.”

A centrocampista de 20 anos rematou: “Jogar no meio-campo é incrível, é o centro do jogo e daí gostar tanto de jogar lá. É um setor muito importante para a equipa e acredito que o desenvolvimento do futebol feminino em Portugal se deve também à forma como as centrocampistas evoluíram e, hoje em dia, não têm medo de ter bola.”

Recorde-se a convocatória:

Ana Rita Oliveira e Nicole Nunes (Amora);
Beatriz Fonseca (Apollon Ladies);
Daniela Silva e Mariana Campino (Famalicão);
Clara Moreira e Léa Cassagne (FF Yzeure Allier Auvergne);
Morgane Martins (GPSO 92 ISSY);
Faith Dobosiewicz (Rutgers University);
Inês Maia e Sofia Silva (Braga);
Angeline Costa, Raquel Ferreira e Tânia Rodrigues (Torreense);
Ana Seiça, Beatriz Cameirão e Carolina Vilão (Benfica);
Ana Teles, Bruna Costa, Joana Martins, Mariana Rosa e Marta Ferreira (Sporting)

(Foto: Reprodução Instagram Joana Martins)

Deixe um comentário!

Últimas NOTÍCIAS

Encontradas dez convocadas para o Europeu

Já foram seleciona das as dez jogadoras que vão representar Portugal no Campeonato da Europa de hóquei em patins feminino que vai disputar-se no...

“Saímos daqui com um amargo de deixarmos dois pontos”

Francisco Neto admitiu que Portugal não realizou uma boa primeira parte com a Turquia, encontro de qualificação para o Mundial, que terminou empatado. “Mesmo...

Suzane Pires homenageada pela Turquia

De regresso à Seleção Nacional, Suzane Pires foi homenageada pela congénere da Turquia. A forma como conseguiu conciliar a condição de mãe com o...

Lara Martins chamada à seleção de sub-17

A Seleção Nacional feminina de sub-17 concentra-se esta sexta-feira na Cidade do Futebol, onde dará início a um estágio que inclui dois particulares com...

Vitória não quis nada com Portugal, turcas fizeram a festa

A Seleção Nacional arrancou a campanha de apuramento para o Mundial 2023 na Turquia, onde deixou dois pontos, atendendo ao objetivo assumido de somar...

Sub-19 derrotadas pela Dinamarca

A Seleção Nacional feminina de sub-19 foi derrotada pela Dinamarca (2-0), num particular realizado na Cidade do Futebol. Mille Bech inaugurou o marcador aos...