Lombos espreita meia-final ‘à Paisana’

Na tarde deste sábado podem ficar definidos os conjuntos apurados para as meias-finais da Liga Skoiy em grande parte…ou até mesmo todos, sendo que o Vit. Guimarães poderá já hoje selar a qualificação caso leve de vencida o GDESSA, o mesmo aplicando-se ao Benfica caso volte a vencer a AD Vagos e à União Sportiva caso volte a bater o Guifões. Por fim, o Quinta dos Lombos pode também fechar as contas do apuramento caso repita a vitória conseguida no passado domingo frente ao CAB Madeira, que se encontra desde a passada semana em Lisboa para continuar a competição com a normalidade possível.

Apesar da diferença que certamente será trabalhar longe de casa e a necessidade de jogar em pavilhão emprestado, mais precisamente no Pavilhão Henrique Miranda, em Queluz, o CAB revelou-se ‘osso duro’ de roer para os Lombos, que apenas levaram a melhor no prolongamento. Nada, ainda assim, que tenha surpreendido Leonor Paisana, que voltou a fazer parte da escolha inicial de José Leite e recordou que ainda recentemente, na penúltima jornada da fase regular, as duas equipas se tinham defrontado e o equilíbrio havia sido a nota dominante…até mesmo na classificação final.

Entre Lombos, terceiro, e CAB, sexto, colocaram-se apenas dois pontos e essa é uma chamada de atenção para Paisana. “Acho que todas as equipas vão lutar por isso e irá sempre haver menos diferença de pontos. Nunca será um jogo fácil, independentemente da equipa que seja. Por isso, acho que as vitórias e derrotas serão decididas assim, a não ser que haja alguma ‘descaída’ de alguma equipa. De resto, tem sido sempre muito equilibrado pois todas as equipas lutam para ganhar”, perspetiva a base de apenas 18 anos que tem jogado, sem temores, entre as principais basquetebolistas do país.

Base do Quinta dos Lombos feliz por alcançar o primeiro objetivo e olha para o que se segue

Ainda antes de atingir a maioridade já Leonor Paisana conquistava o seu primeiro título sénior, quando na época transata arrecadou a Taça de Portugal pelos Lombos – um feito que recorda com felicidade. “Sim, no ano passado vencemos a Taça de Portugal no meu primeiro ano em seniores. Tínhamos uma boa equipa, foi muito boa essa final, jogámos bem e foi uma grande vitória. A equipa teve algumas mudanças desde então, mas podemos, se quisermos, fazer o que estiver ao nosso alcance” e continuar a manter o clube de Carcavelos como uma referência do basquetebol feminino nacional.

Estamos dentro das nossas perspetivas, temos uma equipa bastante jovem comparando com as restantes equipas, que têm gente muito mais velha. Acho que temos estado bastante bem e conseguimos um dos nossos objetivos que era estar num dos primeiros lugares e agora é lutar nos play-offs…mas acho que para já conseguimos o nosso objetivo”, numa perspetiva coletiva para a jovem atleta. A nível pessoal, a Seleção Nacional está no horizonte, até porque tem sido um hábito nas camadas jovens como se verifica pela sua presença num EuroBasket em sub18 no qual teve a oportunidade de representar Portugal.

Essa competição, que resultou num sexto lugar para a Seleção Nacional, fomentou em Leonor Paisana a expetativa de no futuro poder chegar à seleção A. Ainda assim, esta talentosa jogadora não mostra ter pressa e pretende continuar a realizar um bom trabalho ao nível do clube para merecer essa confiança e essa estreia que lhe parece estar destinada um dia mais tarde. “Acredito, no tempo em que for…mas isso é o que o futuro nos reservar. Isso logo veremos,” declarou a promessa do Quinta dos Lombos, apostada em garantir a presença da equipa entre as quatro melhores da Liga Skoiy.

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS

Escalões A e B do Torreense seguem a mesma estrada

Bem integrado no crescimento sustentado do futebol feminino em Portugal que se tem construído, como é necessário, a partir das bases, o Torreense pretende...

Filipa leva ao tapete com a esquerda

Foi na raça, sem desistir, que Filipa Morais recolheu um alívio da defesa do Damaiense e, indiferente à pressão das adversárias, disparou de pé...

À segunda, Catarina espera segurar a manutenção

Desde o primeiro dia de treinos na temporada, muita coisa mudou para o Gil Vicente, que não conseguiu evitar uma 1ª fase abaixo das...

O futuro a acontecer no futebol feminino

Esta época tem sido especial para aquela que é a principal competição europeia de clubes: a Liga dos Campeões feminina.  A eliminação do Lyon nos quartos de final, frente ao PSG, começou a desenhar...

Águila dá asas ao feminino na Colômbia

Na Europa, a cerveja ‘Águila’ será provavelmente conhecida por aquilo que é o seu produto: uma cerveja. Já na Colômbia, a marca é encarada...

Tatiana aconselha-se no campeão europeu

Serão poucas as jogadoras que poderão gabar-se de ter a respetiva carreira monitorizada e acompanhada pelo clube campeão europeu e menos ainda as que...