Nun’Álvares e Benfica disputam inédita final

Disputaram-se este sábado as meias-finais da primeira edição da Taça da Liga em futsal feminino, que ditaram que Nun'Álvares e Benfica medirão forças na final a realizar este domingo

O início do dia de sábado foi marcado pela definição das duas equipas que este domingo disputarão a primeira final de uma Taça da Liga feminina, sendo que o primeiro finalista foi encontrado pela manhã: o Nun’Álvares revelou-se mais forte que o Quinta dos Lombos numa partida que se esperava equilibrada e não desiludiu. A equipa de Fafe adiantou-se no marcador já a meio da primeira parte através de um livre batido de forma rápida por Juninha para a ala direita, a partir de onde Angélia Silva atirou cruzado para o primeiro golo da manhã.

Porém, o Lombos reagiu e foi já a 31 segundos do intervalo que a crença de Inês Matos teve frutos, com a atleta de Carcavelos a recuperar a bola numa reposição lateral para o adversário e depois a optar por ir…até ao fim, progredindo em diagonal até atirar em zona frontal para o empate. A partida seguiu equiparada na segunda parte, mas um momento de jogo direto, a 8 minutos do final, revelou-se instrumental para recolocar o Nun’Álvares na frente: bis de Angélia, que cabeceou na área junto à guarda-redes adversária após lançamento manual de guardiã Odete.

Odete voltaria a estar em destaque com grande defesa a 36 segundos do soar da campainha que se revelaria determinante pois a apenas 7 segundos do final o desespero do Lombos, que já jogava em 5×4 em busca da igualdade, conduziu a um remate precoce que embateu em Liana Alves e permitiu a Loira atirar para as redes adversárias, que se encontravam desertas. Assim, Nun’Álvares na final e acompanhado pelo Benfica, que na meia-final que se seguiu se superiorizou ao Santa Luzia um encontro no qual se esperava maior favoritismo.

Nun’Álvares derrotou o Quinta dos Lombos e o Benfica goleou o Santa Luzia

Desta forma, as águias precisaram de apenas cinco minutos até abrir a contagem num lance de insistência que contou com um remate de Janice Silva ao travessão seguido de uma recarga certeira de Sara Ferreira. Desde então, mesmo com as águias a exercer domínio constante, o segundo golo das águias apenas chegou no último golo da 1ª parte através de um livre de 10 metros que puniu falta sobre Raquel Santos e foi convertido com um remate forte e colocado da capitã Inês Fernandes que levou o 2-0 como resultado ao intervalo antecedendo uma 2ª parte de sentido único.

Assim, bastaram dois minutos para que Janice e Sara Ferreira, protagonistas do primeiro golo, reeditassem uma parceria que resultou no terceiro golo e volvidos outros dois minutos Janice teria mesmo direito a entrar na lista de marcadoras numa oportuna recarga a uma primeira tentativa de corte de Pisko. Inspirada, a 8 benfiquista voltou aos 32 minutos a ser protagonista de nova jogada individual para isolar Sara Ferreira, que assistiu pela segunda vez de forma direta – e de forma inadvertida com o remate ao travessão que resultou no primeiro golo da partida – para que esta marcasse o 5-0.

O Santa Luzia apostou no 5×4 para chegar, pelo menos, ao golo, porém sem sucesso: Pisko perdeu a bola para Sara Ferreira, que chegou ao hat-trick e até final as águias aproveitaram para avolumar o marcador. A menos de dois minutos do final, a guarda-redes Ana Catarina captou a bola e rematou, desde a sua própria baliza, para o último golo de uma goleada que encaminha as encarnadas para a final deste domingo na qual volta a gozar de favoritismo…que o Nun’Álvares pretenderá contrariar de forma a trazer até ao Norte do país a primeira Taça da Liga feminina da história.

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS