Nycole encantou na estreia

Nycole Raysla foi uma das figuras da goleada aplicada pelo Brasil ao Equador, tendo integrado o grupo de jogadoras ao qual a seleccionadora Pia Sundhage deixou rasgados elogios.

Nycole Raysla ‘deu nas vistas’ na goleada aplicada pelo Brasil ao Equador

Tudo correu na perfeição a Pia Sundhage, experimentada treinadora que orienta a equipa nacional do Brasil pois não apenas assistiu a uma prestação exemplar da sua equipa como pôde deslumbrar-se com as representantes da geração que irá dominar a próxima década do futebol feminino brasileiro: “são diferentes,” afirmou após um encontro que registava 1-0 ao intervalo até que na 2ª parte o Brasil arrancou, comprometido, para um verdadeiro ‘festival’ na segunda parte que contou com mais cinco golos com uma influência quase absoluta das jovens promessas entre as quais figurou Nycole Raysla.

A goleadora do Benfica fez parte de um lote de atletas que entrou e revitalizou a seleção brasileira a ponto de impressionar a exigente Pia Sundhage, que apenas reservou elogios à produtividade e resultado alcançados pela chamada ‘nova geração’ personificada numa noite de êxito por Valéria, Duda e a representante do futebol português nesta partida, Nycole – Ana Vitória, também jogadora do Benfica, não saiu do banco de suplentes.

Atacante do Benfica teve intervenção directa em dois golos separados por um minuto apenas

“Estou muito feliz por termos jogadoras jovens, na faixa dos 20 anos, que estão muito bem. Tê-las aqui durante os treinos tem sido ótimo porque elas estão realmente a disputar uma vaga nas Olimpíadas. E elas trazem algo de novo, de diferente, por assim dizer. Todas nós beneficiamos disso, até mesmo as mais experientes como a Formiga, que, na minha opinião, fez uma ótima partida hoje”, assim analisou a técnica da equipa brasileira.

E teve, de facto, motivos para isso: especialmente no período final o Brasil aproveitou o espaço concedido e aí surgiu Nycole nomeadamente aos 77, quando numa jogada de apreciável recorte técnico e qualidade na posse de bola a avançada do Benfica foi servida por Formiga e assistiu Debinha para o que na altura foi o 2-0 e a inspiração continuou logo no minuto seguinte novamente numa jogada trabalhada em que Nycole voltou a intervir, combinou com Duda, esta direccionou o esférico para a área e aí Valéria atirou para golo.

Uma jogada protagonizada pelas três estreantes da noite sendo que mais particularmente Nycole rendeu Ludmila da Silva, avançada do Atlético de Madrid, e entendeu-se ‘às mil maravilhas’ com Debinha, o grande destaque da partida com a obtenção de um hat-trick ao serviço de uma equipa brasileira que não perderá tempo e voltará a treinar sábado, visto ter, tal como Portugal, encontro marcado já para a próxima terça-feira. Para o Brasil o adversário será o mesmo: novamente o Equador num encontro que terá, desta feita, um palco diferente e ao invés da Arena Corinthians será jogado no Estádio Morumbi.

Nycole Raysla arrancou uma assistência para o segundo golo e interveio de forma directa na jogada que se seguiu, para o 3-0. Imagem: Mariana Sá/CBF

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS

Escalões A e B do Torreense seguem a mesma estrada

Bem integrado no crescimento sustentado do futebol feminino em Portugal que se tem construído, como é necessário, a partir das bases, o Torreense pretende...

Filipa leva ao tapete com a esquerda

Foi na raça, sem desistir, que Filipa Morais recolheu um alívio da defesa do Damaiense e, indiferente à pressão das adversárias, disparou de pé...

À segunda, Catarina espera segurar a manutenção

Desde o primeiro dia de treinos na temporada, muita coisa mudou para o Gil Vicente, que não conseguiu evitar uma 1ª fase abaixo das...

O futuro a acontecer no futebol feminino

Esta época tem sido especial para aquela que é a principal competição europeia de clubes: a Liga dos Campeões feminina.  A eliminação do Lyon nos quartos de final, frente ao PSG, começou a desenhar...

Águila dá asas ao feminino na Colômbia

Na Europa, a cerveja ‘Águila’ será provavelmente conhecida por aquilo que é o seu produto: uma cerveja. Já na Colômbia, a marca é encarada...

Tatiana aconselha-se no campeão europeu

Serão poucas as jogadoras que poderão gabar-se de ter a respetiva carreira monitorizada e acompanhada pelo clube campeão europeu e menos ainda as que...