Sótão sagra-se campeão nacional

A primeira edição do campeonato termina com o triunfo da equipa da Nazaré, que bateu os Pastéis por 3-2

Foi uma final entre as duas equipas que mostraram mais argumentos durante o campeonato e, na Nazaré, não faltou emoção. No final, o triunfo na primeira edição do campeonato nacional de futebol de praia feminino sorriu ao Sótão, que bateu a AD Pastéis por 3-2, resultado que ilustra o equilíbrio existente.

A equipa da casa teve assim um campeonato onde somou por vitórias todos os jogos, pois na série centro/sul já tinha derrotado os Pastéis por 6-3.

Inês Cruz e Carolina Ferreira marcaram para o Sótão, enquanto Edite Fernandes e Nerea foram as autoras dos golos da AD Pastéis. Um golo na própria baliza de Joana Rosa, a 1.25 do final, ditou a vitória do Sótão, que fica assim na história da competição.

Com Mariana Filipa como figura de destaque, tendo no currículo um título europeu, o Sótão contruiu um grupo com várias atletas vindas do futsal e do futebol de 11, entre as quais Joana Flores, ou Inês Cruz, campeãs nacionais no relvado por Futebol Benfica e Ouriense, respetivamente.

Nas rivais lisboetas, que tiveram Sara Costa como grande impulsionadora, a situação foi semelhante.

Há que destacar a guarda-redes Jamila, internacional portuguesa e uma das jogadoras que transitou do futebol de 11, onde sempre foi exibindo qualidade ao longo da carreira. No regresso aos areais, voltou a demonstrá-lo, também com o bom jogo de pés que lhe rendeu vários golos.

Edite Fernandes, que se retirou dos relvados, mostrou que o faro pelo golo lhe é inato, seja em que modalidade for.

O presidente da FPF, Fernando Gomes, felicitou as vencedoras. “Gostaria de felicitar o ACD Sótão pela conquista do título de Campeão Nacional Feminino de Futebol de Praia em 2021. 

Na 1.ª edição da competição, assistimos a uma final muito bem disputada, com ambos os intervenientes a proporcionarem uma partida cheia de emoção, dedicação, talento e ambição.

Deixo igualmente uma palavra de agradecimento a todos os clubes que participaram  nesta primeira edição do Campeonato Nacional Feminino de Futebol de Praia, pois apenas com o empenho e a dedicação de todos foi possível terem-se iniciado as competições femininas numa modalidade que, no masculino, tanto tem dado a Portugal”, referiu o dirigente.

No jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares, a AD Paredes venceu o Macedense por 8-3. 

(foto: FPF)

Deixe um comentário!

Últimas NOTÍCIAS

AD Pastéis festeja título de campeão

Na reedição da final do ano passado, a AD Pastéis venceu o Sótão por 3-2 e ergueu o troféu de campeão nacional de futebol...

Recordes, recordes e mais recordes

Esta época, o futebol feminino bateu muitos e importantes recordes. A época começou com um novo acordo entre a UEFA e a DAZN para transmissão...

“Em união e garra ninguém nos vence”

A Seleção Nacional de futebol de praia terminou a primeira etapa da Liga Europeia com registo de duas vitórias (Chéquia e Itália) e uma...

Traídas nos penáltis

A Seleção Nacional de futsal feminina perdeu com a Espanha no desempate por penáltis a final do Europeu, em Gondomar, após a igualdade registada...

Fofó não sobe à I divisão

Decisão já expectável, o Futebol Benfica não vai participar na próxima edição da Liga BPI. Apesar de ter ganho a final do play-off, diante...

Subida do Fofó decidida na secretaria

O golo de Melany Fortes, que valeu a vitória do Futebol Benfica diante do Ouriense (1-0), pode nada valer. Na final, que decidia a...