Torreense revigorado impõe derrota ao Famalicão

O Torreense surge revigorado nesta reta final de campeonato e depois de ter derrotado o Braga, venceu o Famalicão por 2-0, fora de casa.

A equipa orientada por Tiago Pinto pareceu acusar a derrota ante o Benfica na ronda anterior e em termos exibicionais esteve muito longe do que evidenciou com João Marques ao leme.

Foi por isso até com alguma naturalidade que a equipa de Torres Vedras chegou à vantagem a abrir a segunda parte. Depois das ameaças de Tatielly Senna e Angeline da Costa, Chandra Davidson bateu Rute Costa aos 51′, depois de assistência de Valéria Paula que recuperou a bola. Três minutos depois, Angeline ampliou numa recarga na sequência de um livre.

O Torreense, agora liderado por João Ferreira, alcançou o segundo triunfo seguido, soma sete pontos, ultrapassando o Marítimo à condição no sexto lugar. Ao Famalicão resta lutar pelo terceiro lugar, posição que ocupa na fase de campeão.

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS

Escalões A e B do Torreense seguem a mesma estrada

Bem integrado no crescimento sustentado do futebol feminino em Portugal que se tem construído, como é necessário, a partir das bases, o Torreense pretende...

Filipa leva ao tapete com a esquerda

Foi na raça, sem desistir, que Filipa Morais recolheu um alívio da defesa do Damaiense e, indiferente à pressão das adversárias, disparou de pé...

À segunda, Catarina espera segurar a manutenção

Desde o primeiro dia de treinos na temporada, muita coisa mudou para o Gil Vicente, que não conseguiu evitar uma 1ª fase abaixo das...

O futuro a acontecer no futebol feminino

Esta época tem sido especial para aquela que é a principal competição europeia de clubes: a Liga dos Campeões feminina.  A eliminação do Lyon nos quartos de final, frente ao PSG, começou a desenhar...

Águila dá asas ao feminino na Colômbia

Na Europa, a cerveja ‘Águila’ será provavelmente conhecida por aquilo que é o seu produto: uma cerveja. Já na Colômbia, a marca é encarada...

Tatiana aconselha-se no campeão europeu

Serão poucas as jogadoras que poderão gabar-se de ter a respetiva carreira monitorizada e acompanhada pelo clube campeão europeu e menos ainda as que...