Vânia termina ciclo na Suíça e anseia por Portugal

Ja chamada aos trabalhos da Seleção, a lusodescendente, que joga no FC Zurique, assumiu o forte desejo de rumar a Portugal

A emigração sempre fez parte do ADN do português, nomeadamente no futebol, masculino e feminino. Tal como outras atletas de nacionalidade portuguesa espalhadas por vários pontos da Europa, várias delas já dadas a conhecer pelo Lado F, Vânia Duarte continua a desenvolver as suas capacidades no Zurich, um dos clubes de maior tradição no futebol da Suíça, para dentro em breve concretizar um sonho de carreira que passa por atuar no seu país de origem. A formação foi a melhor possível e esta jovem de 20 anos confessa-se preparada para irromper pelos relvados portugueses.

“Já jogo há quase 11 anos pelo FC Zurich. Nestes 11 anos desfrutei muito e aprendi muito, de momento o nosso campeonato não está a decorrer. Estamos apenas a treinar e esperamos que o campeonato recomece em breve, no entanto estamos a treinar muito para estarmos novamente prontas e preparadas para quando começar. Além do treino em equipa, estou também a treinar individualmente o meu atletismo às quintas e sábados, para que possa progredir e melhorar nessa área,” revelou a lusa que representa a equipa sub21 do clube helvético, cuja atividade está parada devido à pandemia.

Por seu turno, a equipa principal do Zurich mantém-se em atividade e Vânia alimenta a esperança de lá poder chegar em breve, passando a realizar treinos e fazer parte de convocatórias ou jogos. Todavia, apesar de um objetivo imediato não é essa a meta que mais a motiva para os próximos tempos: “sim, a equipa A continua a jogar normalmente e sim, posso treinar e também jogar de vez em quando com elas, o que é muito bom para mim, ganhar experiência numa equipa principal. No Verão, provavelmente dou o passo para a equipa A, mas isso não muda nada no meu grande objetivo, que é mudar-me para Portugal.”

Antes, obrigações escolares e profissionais inviabilizaram o seu ingresso em Portugal

“Preciso de uma mudança e o meu grande sonho é jogar na Liga BPI,”
um cenário que já esteve muito próximo para esta jovem atleta, que se encontra referenciada por Benfica e Damaiense e ambiciona representar um clube nacional em 2020/2021. “Sim, já podia ter ido para Portugal há dois anos, mas o que me atrasou foi a aprendizagem do trabalho que tinha de fazer, essa aprendizagem (educação) é uma parte muito importante depois da escola aqui na Suíça, que tenho de ter. Agora, já terminei essa aprendizagem no verão e nada mais me segura aqui relacionado com trabalho,” explica.

Vânia Duarte já resolveu as suas obrigações escolares e perspetiva uma mudança profissional, tanto mais que possui ‘pedigree’ de internacional jovem por Portugal apesar de ter sido ‘tentada’ a representar a Suíça e até tê-lo feito no início da sua carreira. “Estive durante um, dois anos na seleção suíça sub-17. Depois disso mudei para a seleção portuguesa sub-19 e joguei lá durante 2 anos. Houve também duas convocatórias para a seleção A portuguesa, que foi o melhor momento da minha carreira futebolística. Foi sempre um sonho representar o meu país e ainda é,” identifica a portuguesa nascida e radicada na Suíça.

Vânia apresenta-se como uma médio versátil e pronta a mostrar a sua qualidade na Liga BPI

“É por isso que estou a trabalhar muito e duro para conseguir novamente uma convocatória. Quero muito mostrar a Portugal as minhas capacidades futebolísticas e, claro, ajudar,” estabelece Vânia Duarte, uma jogadora que se faz notar pela adaptabilidade tática dado que as suas caraterísticas identificam uma opção preparada para assumir qualquer função no terreno de jogo. Vânia declara jogar “no meio-campo, é a minha posição preferida. Mais defensiva, ofensiva, direita ou esquerda não, não importa, além de jogar mais na posição 6! Mas posso jogar tudo o que seja no meio campo,” define a talentosa médio.

“Adoro rematar a baliza! Também é algo que consigo fazer bem, as bolas paradas no Zurich sou eu que as marco todas. Também já marquei alguns golos de livre e de remates à baliza de distância grande, na seleção já tive oportunidade de mostrar a minha qualidade nas bolas paradas e o objetivo é mostrar ainda mais! O que importa é que possa utilizar e mostrar as minhas capacidades no futebol,” indicou, esperançosa de que em breve estará mesmo onde pretende estar.

“Se isso for possível estou muito satisfeita e ajudo muito a equipa,”
declarou, por fim, Vânia, cujo plano de momento passa por terminar a temporada competindo pelo Zurich, pelas sub 21 ou quem sabe pela equipa principal, para poder, assim que possível, rumar a Portugal, onde poderá representar um muito bom reforço para várias das equipas do principal escalão português.

Deixe um comentário!

spot_img
Últimas NOTÍCIAS