Venha daí a fase de maior equilíbrio na Liga!

Após esta paragem para os compromissos das seleções, dá-se início à segunda fase do campeonato. Este ano, há algumas alterações que melhoram, sem dúvida, a prova e protegem a verdade desportiva. A primeira delas, é que as equipas de ambas as séries (apuramento de campeão e manutenção) começam com zero pontos, o que deixa todas as formações em pé de igualdade. A segunda, é o facto de este ano o grupo da fase de manutenção ser constituído com as equipas do norte e sul, sendo que só as duas primeiras classificadas é que garantem a manutenção direta no campeonato 2022/23, pois o 3º, 4º, 5º, 6º e 7º classificados vão jogar o play-off com as equipas em posição de subida da segunda liga. O último classificado desta fase de manutenção desce logo ao segundo escalão.

Competitividade fica a desejar

Agora sim, começa um campeonato mais equilibrado, mas poderei dizer: mais competitivo?! Na minha opinião, não. Como poderá haver competitividade num campeonato em que a primeira fase tem sete jornadas apenas a uma volta e em que o sorteio tem influência?! Já para não falar que os pontos somados voltam a zero para a segunda fase, o que faz com que as equipas com maiores argumentos consigam fazer gestão de plantel e lançar novas jogadoras, porque o objetivo dos quatro primeiros lugares será concretizável na mesma. Para a equipa que está nas competições europeias, no caso o Benfica, claro que a estrutura deste campeonato facilita, sendo mais fácil fazer uma gestão de plantel, mesmo com a agenda preenchida.

No grupo de apuramento de campeão, iremos encontrar um Braga invicto com um poderio ofensivo incrível, um Famalicão que aproveitou para assimilar processos na primeira fase, mas creio que parte ligeiramente atrás. O Benfica, que ainda tem hipóteses na Champions, pretenderá manter o foco no campeonato e mostrar o que ganhou com a presença na Liga dos Campeões. Espero um Sporting irreverente com tremenda qualidade e dinâmicas, um Lank Vilaverdense que veio para ficar na liga e afirmar-se. O Marítimo, apesar de não ter tido um sorteio favorável na primeira fase, mostrou que não vira a cara ao desafio. O Torreense, que se mostrou uma equipa muito organizada e que se profissionalizou, já tirou pontos ao Sporting e quase repetia a façanha com o Benfica, será equipa a ter em conta e o Albergaria já nos habituou à sua consistência e inteligência tática na forma como aborda os jogos.

Vai ser um apuramento de campeão com muitos jogos equilibrados e acredito com enormes espetáculos futebolísticos, mas será que haverá este equilíbrio e competitividade em todos os jogos? Após sete encontros em que várias equipas tiveram de lutar para estar nesta fase, agora vêm mais 14 jornadas onde a pressão não existe e o objetivo da época já foi concretizado – manutenção na liga.

Manutenção mais competitiva e interessante

A fase de manutenção será a mais competitiva e interessante. Este ano, com a junção de zonas sul e norte e com os pontos a começarem do zero, acredito que muitas surpresas podem acontecer. Tudo a começar no mesmo pé de igualdade e com o acréscimo do play-off, com as equipas provenientes da segunda liga, a aumentarem a competitividade desta fase.

No grupo da manutenção iremos encontrar um Amora e um Valadares com o orgulho ferido, mas prontos para mostrar as suas capacidades e tentar agarrar a luta pelo primeiro lugar. Um Ouriense e um Condeixa que vão querer agarrar o segundo lugar que irá dar acesso direto à manutenção. Estoril, Atlético, Varzim e Gil Vicente que vão fazer de tudo para se manterem na liga, mas com maior dificuldade, tentando ir ao play-off que lhes dará acesso a prosseguirem trajeto na competição.

(Foto: Filipe Amorim / Lado F – Arquivo)

Madalena Gala
Treinadora

Deixe um comentário!

Últimas NOTÍCIAS

Sisi deixa Famalicão e segue até à China

O Famalicão anunciou este sábado que perdeu Sisi. A jogadora que fez 12 jogos e marcou cinco golos pelas famalicenses desde o início da...

Duelo em repetição na Taça

Tem lugar este domingo, a partir das 13h00, novo duelo entre Benfica e Torreense, que se defrontaram sábado passado com triunfo das águias (0-2)...

Houve golaço de “Carocha” na estreia de Raquel Fernandes

A Taça de Portugal de futebol feminino avança para a terceira eliminatória, mas na passada quarta-feira disputou-se o duelo em atraso entre as equipas...

Eis algumas das protagonistas em foco

Concluída a segunda ronda da Liga BPI, com o Benfica-Braga disputado dia 19, aqui fica, mais uma vez, a escolha do Onze da Jornada,...

Ana Borges prolonga vínculo com o Sporting

Ana Borges, jogadora do Sporting, renovou o contrato com o emblema de Alvalade. A internacional portuguesa de 31 anos, que faz todo o corredor direito,...

Jéssica Silva oficial no Benfica até 2025: “Está a haver uma festa no Céu”

Depois dos percalços que levaram ao adiamento da sua apresentação na Luz, Jéssica Silva acabou mesmo por ser apresentada hoje como reforço do Benfica...